autocar

Caçador de Carros – Porque não gosto de carros FLEX

Atualmente quase todos os modelos de carros são FLEX. Ou seja, veículos bicombustível, aceitando que o dono o abasteça com gasolina ou com o álcool. Eu não gosto de carro mono combustível, pois o motor será preparado para aquele tipo de combustível. Os motores FLEX saíram no início dos anos 2000 e naquele momento fazia sentido, pois o álcool estava muito mais barato em comparação com a gasolina.

Atualmente em São Paulo, com os preços muito próximos entre gasolina e álcool, a grande maioria está usando apenas gasolina. Grande parte dos relatos que escuto, confirmam que o álcool está sendo deixado mais de lado, digamos. Ainda assim, a tendência é que os carros sejam mesmo bicombustível. Carros FLEX são inevitáveis.

Mais opções, menos economia

Carros FLEX de fato podem ajudar por não deixar o proprietário refém da economia. Ou seja, não precisa depender do preço por poder abastecer com o combustível que esteja mais barato. Porém, pensando em termos técnicos, o carro consome mais. Um exemplo é o New Civic, da Honda. O modelo 2007 a gasolina era potente e econômico, diferentemente do 2008, com motor FLEX.